Quanto precisamos de dormir afinal?

Porque não dormimos todos como um bebé?

Diz quem tem um, que só usa esta expressão quem nunca teve um bebé em casa. No entanto, estes pequenos humanos, conseguem dormir habitualmente cerca de 18h/dia e nós, adultos, nem as nossas mínimas 7h/noite conseguimos assegurar. (Sendo que o recomendado seria entre as 7h e as 9h para qualquer adulto activo, com um extra em caso de estar em período de aprendizagens (como estar na Universidade ou a fazer uma pós-graduação, por exemplo)). Para além disso, estes nossos pequenos descendentes, conseguem coisas fantásticas como entrar diretamente em sono profundo, enquanto que nós precisamos de fazer vários ciclos com diferentes profundidades de sono para nos sentirmos verdadeiramente recuperados e restabelecidos após uma noite de descanso.

Durmo quando morrer!

Certamente já ouviu esta expressão mais que uma vez… E se lhe dissermos que esta “atitude” é a mais adequada para vir efectivamente a morrer mais cedo?
Sabia que os acidentes rodoviários provocados por sonolência ou cansaço são mais do que os provocados por álcool e os provocados por uso de drogas somados?


Consegue lembrar-se da última vez que acordou sem o despertador e sem precisar de uma dose de cafeína para funcionar? E… se pensar na última semana, acha que dormiu o suficiente?

O sono, e a sua importância, é possivelmente das coisas mais devalorizadas na sociedade atual dos países desenvolvidos mas das que mais impacto está a causar na saúde e mesmo nos resultados económico-financeiros das empresas e dos países. Quando o desvalorizamos, estamos a afectar todas as áreas da nossa vida: vida pessoal, a família e o trabalho (em termos de produtividade e não só).

Saber porque dormimos, quanto e como devemos dormir é o primeiro passo para vidas mais longas, saudáveis e produtivas. Quanto mais sabemos, mais capacitados estamos para adotar estilos de vida mais saudáveis.
Com o atual ritmo de vida, ter acesso privilegiado ao conhecimento “certo” é uma enorme vantagem e evita a “desinformação”. Nesta era digital é importante disponibilizar o acesso a fontes de informação credíveis, filtradas e focadas em conhecimento científico válido.

Na Aurora – vida, família e trabalho, temos uma série de serviços à disposição das empresas focada em melhorar a produtividade e a saúde de todos.